Balé Afro Mona Kavungo

O Projeto “Balé Afro – Mona Kavungo” visava divulgar e valorizar a cultura afro- brasileira, através da consolidação de um grupo de balé afro-brasileiro formado por projeto social na região de Parelheiros com jovens em situação de risco social da região. O projeto “Mona Kavungo – Movimentos da Natureza” em 2009 formou um grupo de dança afro-brasileira (ou balé de dança-afro) no interior da Área de Proteção Ambiental - APA Bororé-Colônia, no distrito de Parelheiros (extremo sul do município de São Paulo), através da capacitação de jovens em situação de vulnerabilidade social e da valorização e resgate da cultura dos afrodescendentes, integrando natureza e corpo, proporcionando a inserção social destes jovens através da cultura.

O Mona Kavungo, atualmente em processo de reformulação e receptação de novos recursos para sua manutenção, o objetivo agora é obter meios para reformular as características estéticas do espetáculo, transcendendo os movimentos do primeiro formato, e criando novas oportunidades para que os jovens do extremo sul prossigam expressando-se artisticamente numa linguagem cultural à qual pertencem. Esta foi uma das maiores realizações da Sociedade Beneficente, levando o espetáculo de balé afro a se apresentar em inúmeros lugares, inclusive em Brasília. O sucesso na emancipação dos jovens em situação de vulnerabilidade social já é evidente, uma vez que as primeiras gerações já se encontram muito bem situadas no mercado de trabalho, e longe das ruas. 4

O shirê, o corpo de baile representando seis dos principais orixás, em 2009. 5

Todo corpo de baile reunido, shirê e chegança, mais os três percussionistas, e a instrutora Flávia Mazal, em 2009. 6

Mona Kavungo em apresentação para uma multidão no Aniversário das APA’s Bororé-Colônia e Capivari-Monos, em 2011, no bairro da Colônia. 8

Apresentação do Mona Kavungo em agosto de 2014, por ocasião das comemorações do Cinquentenário de Sacerdócio do Tata Katulemburange de Hozoouane.